• @_partilha

O que ninguém te conta sobre a vida adulta!



Quem dera nossos problemas ou questões aparecessem de forma organizada ou que nos preparassem para todos eles. Quem dera a gente conseguisse colocar tudo numa agenda ou fazer um curso para que os processos de se tornar adulto fossem mais tranquilos. Quem dera…


Em um ano, você é só mais um jovem aluno do ensino médio. No outro, já é um estudante universitário e parece que só essa mudança te coloca automaticamente como um adulto responsável. Quando menos espera, já têm boletos no seu nome, seu cartão de vacinas não é mais infantil, dormir até 12h está errado e parece que tudo virou de cabeça pra baixo, não é?


A sensação é que em um passe de mágica você agora, além de poder dirigir e ser obrigado a votar, tem também a obrigação de fazer escolhas sozinho e, consequentemente, arcar com os resultados de todas elas. O que não deixa de ser uma verdade… fazer escolhas já não é mais direito, é dever.


E, é aí que tudo parece sair dos trilhos. O medo de decidir por algo e dar errado muitas vezes te paralisa, a pressão de fazer as escolhas certas, de ser melhor que os outros ou ter mais que eles viram seus piores inimigos. O processo de crescer, que deveria ser natural e no seu tempo, passa a ser uma competição declarada para saber quem vai mais longe e mais rápido.


Talvez seja aí a hora que você pensa em desistir, parar o carro da vida e se abster de tomar decisões. Pensar em ir além já te deixa cansado, olhar para o caminho e projetar cada decisão a ser tomada te desanima, o futuro é só mais um motivo para estar cansado, não mais um lugar legal aonde quer chegar.


Se tudo isso faz sentido para você, se o peso de ser adulto ainda te incomoda e te impede de sair do lugar, saiba que o processo de aprender a dirigir a própria vida é particular, que a vida dos outros não é parâmetro para a sua, que a velocidade certa é a que você consegue ir. Lembre-se que não escolher já é uma escolha e que ser passageiro da sua própria história pode ser uma decisão que vai cobrar a sua felicidade.


Mas, calma, assim como aprender a dirigir, você não precisa passar por isso sozinho, existem pessoas, técnicas, livros, filmes e muitos meios de ter um processo de amadurecimento guiado, acompanhado e cuidado por quem já passou por isso. Aqui na Partilha, o que não nos falta é gente capacitada para ser seu instrutor da autoescola da vida, gente que quer te ver ir todos os dias um pouco mais longe do que já foi, gente que sabe reconhecer e te ajudar nos seus processos.


Quer saber mais? Entre em contato com a gente!


3 visualizações

© 2020 by Na Ponta da Língua. Proudly created with Wix.com